Início Surpreendente A Sombra – 1º Ensaio

A Sombra – 1º Ensaio

1920
2

As experiências reprimidas, esquecidas, ignoradas e vividas, as quais o ego ideal não admite ou suporta em sua consciência, ficam armazenadas no inconsciente pessoal, a sombra, que não é boa ou má, é, antes de tudo, o que não se sabe ou quer, conteúdos com grande potencial de energia psíquica. Adquire caráter positivo ou negativo de acordo com a postura do ego, que potencializa a energia psíquica contida na sombra contra ou a seu favor.

A Sombra - 1° Ensaio

Fonte da Imagem: sxc.hu

É através de suas projeções que podemos reconhecê-las. Na sombra há um manancial de conhecimentos que se reconhecido e utilizado promoverá o crescimento e maturação da consciência rumo ao Self, à totalidade do ser.

Quer receber todas as novidades do Portal?

Assine gratuitamente nosso site e receba:

1. Livro digital gratuito: ao se tornar assinante, você ganhará uma cópia gratuita do nosso livro digital “7 Dicas de Ouro para Aplicar os conceitos Junguianos no dia a dia”.

2. Atualizações por e-mail: receba em primeira mão nossos novos materiais, artigos, vídeos ou entrevistas!

3. Conteúdo exclusivo: ao se tornar assinante, você receberá informações exclusivas sobre a 2º edição do Congresso Jung Terapias e de outros projetos!

2 COMENTÁRIOS

  1. A tarefa não é tanto
    ver o que ninguém viu,
    mas pensar o que ninguém pensou
    sobre algo que todos vêem.
    Arthur Schopenhauer

    Na manhã de 09 de setembro de 2007, ele imaginou: E se, eu pudesse falar com Leonardo da Vinci… Segundos depois já estava imaginando… obviamente como qualquer mortal, foi logo perguntando sobre os mistérios da Mona Lisa e da Última Ceia… No entanto, o que ele não imaginou, o que ele nem pensou em imaginar… é que Da Vinci responderia! Ele não imaginou que o gênio da humanidade estaria ali, bem na sua frente! Cara-a-cara! Olho no olho!… Revelando que as respostas para tais segredos, sempre estiveram espantosamente na superfície das obras. Bem à vista dos nossos olhos!

    – – – – – – – – –

    Como resultado da poderosa Terapia Junguiana, essa narrativa dialógica do poeta Eucajus Eugênio, além de revelar a Cabala na Última Ceia de Leonardo da Vinci e a verdadeira identidade da Mona Lisa, propõe a percepção de experiência e experimentação de leitura, onde os pensamentos são fantasmas que podemos ouvir e às vezes, ver!

    Obs: Caro Sr. Lino, gostaria muito dw contar com sua oponião sobre esse livro! Se for possivel é claro…

    Ass: Eucajus Eugênio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here