Início Todos O mito de Narciso, as “selfies” e a relação Netuno – Saturno.

O mito de Narciso, as “selfies” e a relação Netuno – Saturno.

5583
2

Cláudia Rabelo, astróloga e especialista em psicologia junguiana, mostra nesse vídeo como a astrologia é capaz de estabelecer essa relação entre o mito e o drama do coletivo na contemporaneidade.

No mito grego de Narciso, o jovem morre antes de completar a passagem para a vida adulta. Ele ficou fixado na própria imagem na água que representa a mãe, o feminino, o útero e a ligação com o inconsciente. Ele fica preso a uma ilusão, no primeiro momento não diferencia a imagem da realidade. Quando consegue perceber que não se trata de um outro mas de sua própria imagem, ainda assim não consegue se distanciar.

narciso

O arquétipo na astrologia que aponta para a imagem, ilusão e o inconsciente coletivo; temática de Narciso é netuno. Em 2012, com a entrada de netuno no signo de peixes, as “selfies”; o retrato de si mesmo compartilhado na internet, tomou grande expressão. Esse fenômeno trouxe com ele a sombra de netuno que favorece: o escapismo, a alienação, o modismo da sociedade massificada e a falsa sensação de que estamos integrados.

Em uma pesquisa até 2014, as 49 mortes acidentais por “selfies” em locais de risco revelam uma grande incidência na idade de 21 anos entre as vítimas, a maioria do sexo masculino. Essa é uma idade crítica, quando ocorre a segunda quadratura de saturno e os jovens se sentem testados e desafiados no mundo adulto, tendo que assumir responsabilidades por suas escolhas e encontrar um espaço na sociedade.

No paralelo entre o mito e a problemática desses jovens, Cláudia Rabelo nos apresenta o tema:

O mito de Narciso, as selfies fatais e a relação Netuno – Saturno. Assista o vídeo abaixo.

>> Clique aqui e conheça também o Curso da Cláudia Rabelo , a Lua Simbólica e os Complexos, onde ela aborda o simbolismo da lua e sua relação com o conceito de complexo na Psicologia Analítica! <<

>> Curso da Cláudia Rabelo , a Lua Simbólica e os Complexos CLIQUE PARA SABER MAIS <<

Referências:

BRANDÃO, Junito de Souza. Mitologia Grega, Vol.II, Petrópolis, Ed. Vozes, 1996.

CAVALCANTI, Raïssa. O Mito de Narciso — O Herói da Consciência. S. Paulo: Cultrix, 1992.

BATISTA, Janete Dias. Um paralelo entre o Mito de Narciso e a dependência química dentro de uma abordagem Junguiana. Monografia apresentada ao Facis/IBEHE, como exigência parcial para obtenção do título de especialista em Psicologia Junguiana. São Paulo, 2002.

Baixe AGORA o ebook - Astrologia Psicológica na prática: 4 Passos na Análise de Relacionamento

Livro digital GRATUITO produzido por Cláudia Rabelo.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here